Angra dos Reis comemora o início da recuperação do setor de turismo

Cumprindo todos os protocolos sanitários, alta temporada teve média alta de ocupação

O setor de turismo de Angra dos Reis encerrou a chamada ‘alta temporada’ observando o início de uma recuperação no nível de atividade. Os índices de ocupação acompanhados pelo Angra dos Reis & Ilha Grande Convention Bureau (AIG CVB) mostram que os meios de hospedagem e os demais negócios de turismo na cidade começaram a recuperar-se de um longo período de inatividade causado pela pandemia do coronavírus.

— O turismo em Angra está funcionando e atendendo a todos os protocolos de segurança sanitária. Isto é vital para que o turista nos visite e sinta-se bem — relata o presidente do AIG CVB, Marc Olichon.

As atividades de turismo na cidade ficaram quase oito meses suspensas. Totalmente fechado a partir de março do ano passado, o setor só começou a reabrir em setembro. Desde então a procura de turistas pela cidade tem se mantido regular e em alta, com ocupação média acima de 60% e perto da lotação nos feriados. Resorts e grandes empreendimentos estão com muito movimento desde o início da reabertura.

O trade turístico também comemora a manutenção dos voos regulares da Azul Linhas Aéreas no aeroporto da cidade, com saídas a partir de Rio de Janeiro e São Paulo, o que ajuda a aumentar o volume de visitantes. Também há um incremento nos destinos emissores de turistas com saídas da região Centro-Oeste do país, além do Sudeste, que segue sendo o maior polo emissor.

Com o fim da alta temporada, o AIG CVB iniciará uma campanha de divulgação do destino com foco no público do Vale do Paraíba fluminense, valorizando o turismo de proximidade que será uma das tendências para o setor na pós-pandemia. Os empresários também pretendem solicitar da Fundação de Turismo de Angra e da prefeitura, ações efetivas do poder público para a valorização do destino, com foco no segundo semestre deste ano.

— O turismo em Angra é pujante o ano todo e o que esperamos do governo é engajamento em ações efetivas como sinalização turística, promoção e incentivos ao desenvolvimento do setor. Estamos praticamente no começo de um ano muito importante para os negócios de turismo na cidade e a nossa expectativa é grande — adianta Marc.